Sobre a Sociedade

  • Ficologia
  • SBFic
  • Associados
Entende-se como Ficologia a ciência que estuda diferentes aspectos da vida e aplicações de organismos usualmente definidos como ALGAS, incluindo aí as cianobactérias e grupos eucariontes de vida predominantemente aquática, de talo simples e fotossintetizante.
A Sociedade Brasileira de Ficologia, fundada em 1981, é pessoa jurídica de direito privado, com fins técnicos científicos, sem fins lucrativos, constituída sob a forma de Associação Civil (artigos 44, I, 53 e seguintes do Código Civil Brasileiro), que terá duração por tempo indeterminado, nos termos da legislação em vigor.

Há 6 diferentes tipos de associados:

§1º - Os associados titulares são profissionais graduados em curso superior de entidades nacionais ou internacionais e que desenvolvam atividades técnicas e científicas relacionadas à Ficologia.

§2º - Os associados honorários são profissionais que tenham prestado relevantes serviços à Ficologia ou à Sociedade Brasileira de Ficologia.

§3º - Os associados beneméritos são pessoas físicas ou jurídicas que fizerem de uma só vez, pagamento ou doação de uma quantia igual ou superior a 100 (cem) vezes o valor da anuidade fixada para os associados titulares no ano em que forem propostas.

§4º - Os associados correspondentes são os ficólogos residentes no exterior que mantiverem estreita colaboração com a SBFic.

§5º - Poderão vir a ser associados estudantes as pessoas que na qualidade de estudantes de graduação ou pós-graduação, com matrícula comprovada por ocasião de pagamento de anuidade O prazo máximo para permanência nesta categoria é de 10 anos.

§6º - Os associados institucionais são as entidades nacionais ou internacionais que manifestem interesse em atuar conforme os objetivos da Sociedade Brasileira de Ficologia.

Missões da SBFic

  • Desenvolvimento científico e tecnológico +

    Promover e estimular o desenvolvimento científico e tecnológico das diferentes especialidades relacionadas à Ficologia
  • Agregação +

    Agregar todos os profissionais, Sociedades e Instituições que desenvolvam atividades ficológicas
  • Intercâmbio técnico científico +

    Manter intercâmbio técnico científico e fazer aproximação com Sociedades e Instituições que visem a objetivos semelhantes, no país e no exterior, articulando-se ou filiando-se às mesmas conforme o caso
  • Formação +

    Incentivar e apoiar a formação através da qualificação profissional de pesquisadores, docentes e estudantes
  • Imagem profissional +

    Consolidar a imagem profissional dos pesquisadores em Ficologia e divulgar os resultados da pesquisa Ficológica realizada no Brasil, no âmbito acadêmico, governamental e público
  • 1

Membros da Diretoria (gestão 2016-2018)

A nova diretoria da SBFic tomou posse durante o XVI CBFic, ocorrido de 05 a 10 de junho de 2016 em Parnaíba (PI).


Maria Gardênia Sousa Batista

Vice-presidente

Maria Gardênia Sousa Batista

Vice-presidente

Doutora em Engenharia de Sistemas e Computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2014). Possui graduação em Licenciatura Plena em Ciências - Biologia pela Universidade Estadual do Piauí (1997), Mestrado em Botânica pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (2000) Tem experiência na área de Botânica, com ênfase em Taxonomia de Criptógamos, atuando principalmente nos seguintes temas: ficologia, taxonomia de criptógamas, educação ambiental, ecoturismo e botanica. Bióloga pela UESPI (1997) Professora Adjunta da UESPI especializada em Taxonomia de Criptógamos, atuando principalmente nos seguintes temas: Ficologia, Biologia Computacional, Analysis de Cluster, Taxonomia e Sistemática de Macroalgas e Angiospermas Marinhas e Educação Ambiental. Guia de Turismo, especializada em Atrativos Naturais do Piauí (SENAC/EMBRATUR), com Especialização em Ecoturismo Interpretação e Educação Ambiental (UFLA) e Vigilância Sanitária e Epidemiológica (UNAERP). Autora e coordenadora de projetos em Educação Ambiental e Ecoturismo (Pós Graduação Lato Sensu ? UESPI); Projeto Vivências Integradas com o meio ambiente: refletindo sobre Educação Ambiental no Ensino Fundamental (MEC/PROEXT/UESPI). Vir Vendo o Meio Ambiente: metodologias inclusivas no Ensino de Biologia para alunos Cegos Agraciada com a Medalha do Mérito Educacional "Monsenhor José Luis Barbosa Cortez" em homenagem ao Jubileu de Ouro DO CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO- CEE/PI (2013). Autora e coautora de livros além de diversos artigos científicos apresentados em Congressos e Seminários. Atualmente é a Vice Presidenta da Sociedade Brasileira de Ficologia (SBFic). Conselheira COMDEMA (Conselho Municipal do Meio Ambiente ? Teresina ? Piauí). Desenvolve o projeto de levantamento das macroalgas e angiospermas marinhas da costa do Piauí, no Laboratório de Ficologia e Limnologia - LABFIL/UESPI, apoiado pela Sociedade Brasileira de Ficologia e Rebentos. - Palestrante Internacional, convidada a presidir conferencia na Universidade do Minho em Guimarães - Portugal - Autora e co autora de Livros em Educação Ambiental e de Taxonomia de Algas.

Dárlio Inácio Alvez Teixeira

2º Secretário

Dárlio Inácio Alvez Teixeira

2º Secretário

Engenheiro de Pesca pela Universidade Federal do Ceará?UFC (1989-1994), Mestre em Bioquímica pela UFC (1995-1997), desenvolveu atividades de pesquisa na University of Portsmouth?Inglaterra (1995), Pós Graduação em estudos de Macroalgas na Universidad de Magallanes?Chile (2001), Doutor em Bioquímica pela Universidade Federal do Ceará?UFC (1998-2003), realizou parte de suas atividades de Tese de Doutorado na Universidade de São Paulo?USP. Exerceu o Magistério superior na UFC (1997-1998), na Universidade de Fortaleza ? UNIFOR (2002-2007) e na Universidade Federal de Pernambuco?UFPE (2008-2009). Atualmente é Professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte?UFRN, onde participou da fundação do Curso Técnico em Aquicultura na Escola Agrícola de Jundiaí EAJ-UFRN, onde leciona. Colaborador de Projetos na UFC e na UFPE. Atua em Ensino, Pesquisa e Extensão, atuou na extensão como assessor técnico do Instituto Terramar?CE (1996-2008), atualmente é sócio do Terramar, sócio e membro da Diretoria da Sociedade Brasileira de Ficologia e atua como colaborador da Fundação Brasil Cidadão?CE. Coordena projetos em extensão através da PROEX-UFRN e PROEXT/MEC e também Projetos de Pesquisa através da PROPESQ-UFRN e CNPq. Atualmente faz parte do Comitê de Extensão da UFRN e é líder do Grupo de Pesquisa Aquicultura Sustentável Nordeste?AquiS-NE; desenvolve seus trabalhos de Ensino, Pesquisa e Extensão em Aquicultura e Biotecnologia de Organismos Aquáticos, com ênfase em estudos de algas (ficologia).

Ricardo Coutinho

Presidente do Conselho Fiscal

Ricardo Coutinho

Presidente do Conselho Fiscal

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Iguaçu (1979), mestrado em Oceanografia Biológica pela Fundação Universidade Federal do Rio Grande (1982) e doutorado em Biologia (Ecologia e Botanica)- University Of South Carolina (1987). Possui pós-doutorado pela Duke University (2003) e Woods Hole Oceanographic Institute (2004). Atualmente é Bolsista do CNPq (IC), pesquisador titular do Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM), professor credenciado nos cursos de pós-graduação em Biologia Marinha da Universidade Federal Fluminense e Dinâmica dos Oceanos e da Terra, e em Ecologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Encarregado da Divisão de Biotecnologia Marinha e do Laboratório de Recursos Marinhos do IEAPM. Coordena o Projeto BIONATURA da SEcCTem (MARINHA), o projeto GEBIO (Cooperação IEAPM/CENPES) e o PELD da Região de Ressurgência do Cabo Frio. Tem experiência na área de Oceanografia, com ênfase em Ecologia Bêntica, Bioincrustação e Biotecnologia Marinha, atuando principalmente nos seguintes temas: Ressurgência do Cabo Frio, Lagoa de Araruama, Comunidade, Colonizacão, População e Recrutamento, Produção Primária, Modelagem Ecológica e Biocorrosão. Orientou 24 dissertações de mestrado e 20 tese de doutorado. Publicou 75 artigos completos em periódicos. Possui 3 patentes. É coordenador do INCT Ciências do Mar Processos Oceanográficos da Plataforma Continental ao Talude (INCT-PRO-OCEANO). Membro do Comitê de Ciências do Mar.